Rita, escrava, orizicultora e inovadora

 Sem categoria  Comentários fechados em Rita, escrava, orizicultora e inovadora
Ago 042015
 

Como outros escravos levados para os Estados Unidos e o Brasil, Rita contribuiu para o desenvolvimento da cultura do arroz do outro lado do Atlântico. Nascida numa aldeia balanta nos finais do século XVIII, foi-lhe dado pelos esclavagistas o nome com que ficou na História. Ela podia ter sido um dos milhões de escravos anónimos que, pelo seu trabalho nas plantações e minas, contribuiram para a prosperidade das nações da Europa, das Américas e do mundo.

Ler detalhes

 Posted by at 9:00

Os escravos guineenses e a gastronomia brasileira

 Sem categoria  Comentários fechados em Os escravos guineenses e a gastronomia brasileira
Jul 302015
 

A gastronomia está intimamente ligada  à cultura de um povo.  Enquanto  arte, ela é uma das  leituras da Sociedade.  De certo modo, ela faz parte da identidade de um povo. A gastronomia é também fonte histórica porque é baseada  em alimentos e culturas que viajaram muitas vezes através de séculos e, nalguns casos,  através dos oceanos.. Atrás  da história da gastronomia, há a história dos povos e dos países.   Se um povo se orgulha da sua gastronomia, de certo modo, é porque  faz parte da sua identidade. . Nesta perspectiva ela também liga povos através de histórias que, de uma forma ou de outra, contribuiram para a culinária e cultura de uma determinada região.

Ler detalhes

 Posted by at 12:30

Memorial de Escravatura e do Tráfico Negreiro de Cacheu: as obras continuam

 Sem categoria  Comentários fechados em Memorial de Escravatura e do Tráfico Negreiro de Cacheu: as obras continuam
Mar 272015
 

memo1Uma equipa portuguesa especializada na construção de museus esteve em Cacheu de 20 a 23 de Março de 2015 para concluir os preparativos técnicos para a fase final da construção do Memorial. Tiago Serralheiro, engenheiro civil, João Carrasco, arquiteto e Joaquim Figueiras, construtor de estruturas metálicas, técnicos com larga experiência na área de reabilitação, reconversão, requalificação de edifícios e Monumentos, procederam às operações de precisão necessárias ao fabrico e montagem das estruturas da cobertura do edifício e à finalização da obra.

Ler detalhes

 Posted by at 10:19

Quarto fórum de escravatura de Cacheu

 Sem categoria  Comentários fechados em Quarto fórum de escravatura de Cacheu
Nov 252014
 

4 forum de Cacheu 2014Decorreu de 20 a 22 de Novembro de 2014 na cidade de Cacheu, o 4º fórum Cacheu caminho de escravos, financiado pela União Europeia e co-organizado pela AD e a ONG italiana AIN sob lema: A História e a cultura de Cacheu no contexto da escravatura e do tráfico negreiro. Durante este fórum que tem por objectivo enquadrar e impulsionar a História e a Cultura de Cacheu no panorama global do desenvolvimento integral e harmonioso de Cacheu, factos históricos e culturais foram debatidos em painéis.

Ver as imagens

 Posted by at 12:50

Terceiro fórum de Cacheu

 Sem categoria  Comentários fechados em Terceiro fórum de Cacheu
Mai 242014
 

Cacheu 2014No quadro do programa para a reabilitação do Memorial da Escravatura de Cacheu, a AD com o apoio financeiro da UE, UICN e IBAP, vai realizar o terceiro Fórum para o desenvolvimento do Rio Cacheu, nos dias 29 a 31 de Maio de 2014, com o objectivo Perspectivar o desenvolvimento integrado e harmonioso a médio prazo do Rio Cacheu. Durante estes dias, factos históricos ligados a Cacheu vão ser debatidos em painéis.

Pretende-se promover o desenvolvimento desta região através de um melhor conhecimento da sua historia, cultura e ambiente neste caso concreto a valorização do seu turismo.

 Posted by at 8:00

Obras do memorial da escravatura de Cacheu avançam em bom ritmo

 Sem categoria  Comentários fechados em Obras do memorial da escravatura de Cacheu avançam em bom ritmo
Jan 302014
 

FachadaOs trabalhos e as novas tecnologias de construção aplicadas fazem deslocar ao local grande número de habitantes de Cacheu, mulheres, homens e sobretudo jovens, interessados na recuperação do Memorial.

Fazem perguntas e oferecem-se para colaborar, em particular para remover o entulho produzido pela obra e para a plantação de novos coqueiros.

Para recordação aqui fica a fotografia do estado inicial da fachada, antes de começarem as obras.

ver mais imagens

 Posted by at 18:58

Memorial da escravatura de Cacheu inicia cooperação com Senegal e Cabo Verde

 Sem categoria  Comentários fechados em Memorial da escravatura de Cacheu inicia cooperação com Senegal e Cabo Verde
Jan 282014
 

Uma das prioridades da criação do Memorial de Cacheu é o de se integrar na rede de organizações especializadas no estudo, investigação e difusão do processo da escravatura e do tráfico negreiro africano. Na sub-região já foram estabelecidos contactos com a Casa de Escravos de Boké, na Guiné-Conakry.

Agora, através do professor Ibrahima THIOUB (itekrur@gmail.com), da Faculdade de Letras e Ciências Humanas da Universidade Cheikh Anta Diop de Dakar (UCAD) e igualmente na Universidade de Nantes (França), foram estabelecidos contactos no sentido da:

» sua visita a Cacheu no final do próximo mês de Março, para se definir um programa de cooperação concreto.

» disponibilidade para a formação de historiadores guineenses.

» troca de experiências na exploração dos museus e nas investigações.

» realização de uma “Universidade de Verão” em Cacheu (ou em Dakar), que juntará universitários, professores, estudantes, pesquisadores durante duas semanas que realizarão um trabalho junto da comunidade local no quadro da comparação de testemunhos mas também da definição e formação de guias históricos. Os estudantes senegaleses irão proceder à recolha de documentos e arquivos existentes sobre a Guiné-Bissau e sobre a região para preparar o evento.

A AD poderá beneficiar do trabalho realizado pelo professor Djiguatte Amedé Bassène (djiguatte@gmail.com), originário de Cassolol, que colaborou para o CARTE (Centre Africain de Recherches sur les Traites et les Esclavages) na produção de 3 manuais escolares sobre história e escravatura, bem como da italiana, Alice BELLAGAMBA (bellegamba.alice@gmail.com), antropóloga política e professora de história na Universidade de Milão (Bicocea) que é uma das investigadoras do sistema de escravatura, tendo realizado recentemente na Gâmbia um estudo sobre o silêncio sobre a escravatura na sociedade e que mostraram interesse em colaborar com a nossa iniciativa de Cacheu.

Igualmente com Cabo Verde foi estabelecida a geminação entre Cacheu e Ribeira Grande (Cidade Velha), como se pode ver no comunicado anexo.

Em breve será a Gâmbia (Fortaleza de St.Jules).

 Posted by at 18:29

Inaugurada a Rádio Comunitária Voz do Rio Cacheu

 Sem categoria  Comentários fechados em Inaugurada a Rádio Comunitária Voz do Rio Cacheu
Nov 192013
 

Rádio Voz Rio de CacheuCom a colaboração da UICN, do MAVA e do IBAP foi criada no dia 15 de Novembro de 2013 a Rádio Rio Cacheu, a qual irá desempenhar um importante papel na promoção de boas práticas ambientais, para defender um belo e rico património de vida que é o Parque Nacional de Tarrafe de Cacheu e para apoiar um desenvolvimento local descentralizado, base de qualquer política ambiental consequente.

A esta Rádio acederão diariamente jovens á procura da sua afirmação profissional, da sua inserção social e promoção cultural. As mulheres de Cacheu, grandes criadoras de riqueza, base de segurança alimentar domestica, base de estabilidade social e grandes inovadoras técnicas, também serão as grandes presentes nesta Rádio. Igualmente também virão aqui os pescadores que dependem de uma gestão rigorosas de recursos marinhos.

Finalmente, a Rádio Voz do Rio Cacheu será quem promoverá a História e Cultura ancestrais que no futuro farão de Cacheu, um património Histórico de Humanidade, colocando esta cidade no mapa do Caminho dos Escravos e do Tráfico Negreiro.

 Posted by at 8:53

Continuam as obras de construção do Memorial

 Sem categoria  Comentários fechados em Continuam as obras de construção do Memorial
Nov 182013
 

obras do memorialContinuam as obras de reconstrução do edifício antigo que irá acolher o futuro Memorial da Escravatura. As estimativas apontam para dois anos de execução dos trabalhos, de forma a possibilitar que em Novembro de 2015 possa estar concluído para acolher o Simpósio Internacional sobre a Escravatura em Cacheu. Arquitetos ligados à Fundação Mário Soares são os responsáveis pela conceção da reconstrução, por forma a que ela respeite a traça original vigente há mais de 300 anos. O estado de grande fragilidade deste edifício, implicou a construção de uma gaiola de rede metálica que “segurasse” as paredes e permita todas as outras obras posteriores.

 Posted by at 17:43